Mês: maio 2019

Taxas de Hiperbilirrubinemia Neonatal Extrema e Kernicterus em Crianças e Aderência às Diretrizes Nacionais para Triagem, Diagnóstico e Tratamento na Suécia

Taxas de Hiperbilirrubinemia Neonatal Extrema e Kernicterus em Crianças e Aderência às Diretrizes Nacionais para Triagem, Diagnóstico e Tratamento na Suécia

J, Håkansson S, Ekéus C, Gustafson P, Norman M.JAMA Netw Open. 2019 Mar 1;2(3):e190858. doi: 10.1001/jamanetworkopen.2019.0858.PMID: 30901042.Similar articles. ARTIGO LIVRE!!!

Apresentação: R3 Neonatologia Tatiane Martins Barcelos. Coordenação: Dra Miza Vidigal

Os autores relataram maiores taxas  1,3/100.000 em relação a outros países Canadá de 0,5 a 1 e Noruega <0,5/100.000  e todos com bilirrubina sérica total entre 30-45mg%; 85% dos casos potencialmente evitáveis,  devido a não aderência às Diretrizes de cuidados pré-estabelecidos, incluindo a não aceitação das recomendações e resistência em realizar exsanguineotransfusões!

Um eEstudo de coorte de fentanil intranasal para tratamento da dor nos neonatos

Um eEstudo de coorte de fentanil intranasal para tratamento da dor nos neonatos

A cohort study of intranasal fentanyl for procedural pain management in neonates.McNair C, Graydon B, Taddio A.Paediatr Child Health. 2018 Dec;23(8):e170-e175. doi: 10.1093/pch/pxy060. Epub 2018 May 24.PMID: 30842699.Similar articles.

Apresentação: JOÃO PAULO S. CEZAR; Coordenação: DR. DIOGO PEDROSO

Esse pequeno estudo provê alguma evidência preliminar dos benefícios e riscos do fentanil intranasal na população estudada-32 semanas-1800g, na dose média de 1,3mcg/kg/dose, constituindo boa opção para analgesia quando a via EV está indisponível para procedimentos dolorosos de moderada a severa intensidade; nos links trouxe o estudo de Ku LC et al que tanto o midazolam (0,1 a 0,2 mg/kg/dose) quanto ao   fentanil (1-2mcg/kg/dose) foram em tolerados nessa coorte de prematuros e a termo necessitando de cuidados intensivos; no entanto são necessários estudos maiores.

Neurossonografia Neonatal-Compartilhando Imagens: 4 casos de Malformação Aneurismática da Veia de Galeno

Neurossonografia Neonatal-Compartilhando Imagens: 4 casos de Malformação Aneurismática da Veia de Galeno

Paulo R. Margotto

Apresentamos 4 casos de Malformação Aneurismática da Veia de Galeno, a propósito de um caso em curso agora em maio de 2019 e que se prepara para a cirurgia. O DESFECHO DESSE CASO SERÁ DISPONIBILIZADO AQUI NA NOSSA PÁGINA E SUBMETIDO À PUBLICAÇÃO

Eventos adversos após exsanguineotransfusão para hiperbilirrubinemia neonatal: Um estudo prospectivo

Eventos adversos após exsanguineotransfusão para hiperbilirrubinemia neonatal: Um estudo prospectivo

Chacham S, Kumar J, Dutta S, Kumar P. Adverse events following blood exchange transfusion for neonatal hyperbilirubinemia: A prospective study. J Clin Neonatol [serial online] 2019 [cited 2019 May 20];8:79-84. Available from: http://www.jcnonweb.com/text.asp?2019/8/2/79/257144

Apresentação: R3 Neonatologia Tatiane Martins Barcelos.Coordenação: Dra Miza Vidigal

Segundo os autores, o  estudo é capaz de fornecer taxas de eventos adversos para vários grupos de neonatos submetidos à exsanguineotransfrusão  (ET) sob a a indicação primária de hiperbilirrubinemia. Tais índices podem ser usados para melhoria da qualidade, bem como comparação com qualquer outra opção de tratamento para hiperbilirrubinemia crítica. Concluindo,  embora a exsanguineotransfusão seja um procedimento comum no manejo da hiperbilirrubinemia, é alta a frequência de eventos adversos associados a ela. Tais ocorrem mais em prematuros de baixo peso e previamente doentes.´Um protocolo claro de monitorização desses eventos permitiria detecção e tratamento mais  precoce dessas complicações.

Um novo Icterômetro para Triagem de hiperbilirrubinemia em Cenários de baixo recurso

Um novo Icterômetro para Triagem de hiperbilirrubinemia em Cenários de baixo recurso

A Novel Icterometer for Hyperbilirubinemia Screening in Low-Resource Settings.Lee AC, Folger LV, Rahman M, Ahmed S, Bably NN, Schaeffer L, Whelan R, Panchal P, Rahman S, Roy AD, Baqui AH.Pediatrics. 2019 May;143(5). pii: e20182039. doi: 10.1542/peds.2018-2039. Epub 2019 Apr 5.PMID:30952779.Similar article.

Realizado por Paulo R. Margotto.

Os autores frisam que nas  áreas com poucos recursos, a disponibilidade e custo da medição da bilirrubina sérica são obstáculos importantes para identificar recém-nascidos que necessitam encaminhamento e / ou fototerapia para o manejo da icterícia neonatal. A Bili-régua aborda várias limitações do icterômetro original de Gosset e tem excelente validade para identificar os diferentes limiares de hiperbilirrubinemia. A Bili-régua pode capacitar trabalhadores de saúde para mais rapidamente e com precisão identificar os bebês com hiperbilirubinemia e fornecer-lhes encaminhamento antecipado e / ou oportuno tratamento com fototerapia. Isto é o primeiro passo necessário para ajudar a reduzir mortalidade e morbidade relacionada hiperbilirrubinemia nas comunidades mais carentes.

 

Revisão Sistemática e Metanálise da Orientação da Procalcitonina versus os Cuidados Usuais para o Tratamento Antimicrobiano em Pacientes Críticos: Foco em Subgrupos Baseados na Iniciação Antibiótica, Cessação ou Estratégias

Revisão Sistemática e Metanálise da Orientação da Procalcitonina versus os Cuidados Usuais para o Tratamento Antimicrobiano em Pacientes Críticos: Foco em Subgrupos Baseados na Iniciação Antibiótica, Cessação ou Estratégias

Systematic Review and Meta-Analysis of Procalcitonin-Guidance Versus Usual Care for Antimicrobial Management in Critically Ill Patients: Focus on Subgroups Based on Antibiotic Initiation, Cessation, or Mixed Strategies.Lam SW, Bauer SR, Fowler R, Duggal A.Crit Care Med. 2018 May;46(5):684-690. doi: 10.1097/CCM.0000000000002953.PMID: 29293146.Similar articles.

Apresentação:Tatiana Santos Rodrigues-MR Medicina Intensiva Pediátrica. Coordenação: Alexandre P. Serafim.

  • Nos grupos que utilizaram este guia para interrupção de antimicrobianos, a mortalidade foi menor quando a terapia foi guiada por procalcitonina.
Discussão Clínica: Convulsões na infância após fototerapia; Deficiência tardia de Vitamina K em menores de 2 anos de idade – renascimento de uma doença evitável; Infusão de norepinefrina melhora a hemodinâmica em prematuro com choque séptico; Canal arterial: tratar ou não tratar

Discussão Clínica: Convulsões na infância após fototerapia; Deficiência tardia de Vitamina K em menores de 2 anos de idade – renascimento de uma doença evitável; Infusão de norepinefrina melhora a hemodinâmica em prematuro com choque séptico; Canal arterial: tratar ou não tratar

Paulo R. Margotto e Equipe Neonatal do HMIB/SES/DF

Hiperbilirrubinemia Neonatal-2019

Hiperbilirrubinemia Neonatal-2019

Paulo R. Margotto.

Capitulo do Livro Assistência ao Recém-Nascido de Risco, 4a Edição, Brasília, 2019, no Prelo.

Icterícia é a coloração amarelada da pele, mucosas e escleróticas devido a uma elevação da concentração de bilirrubinas séricas que surge em decorrência da incapacidade do fígado em conjugar toda bilirrubina produzida.

Apresenta etiologias diversas, sendo a manifestação clínica mais freqüente do período neonatal, e as conseqüências podem ser graves uma vez que pode levar a lesão  do sistema nervoso central (SNC).

A icterícia clínica é altamente prevalente  no período neonatal, afetando até 84% de recém-nascidos saudáveis ≥ 35 semanas de gestação na primeira semana de vida. Anualmente, grave hiperbilirrubinemia, definida como total bilirrubina total sérica > 20 mg/dL, afeta 1,1 milhão de bebês, e hiperbilirrubinemia extrema (bilirrubina total séria >25 mg /dL) afeta 481 000 lactentes. Em países de alta renda, kernicterus foi virtualmente eliminado com maior acesso ao rastreio precoce e tratamento com fototerapia de alta intensidade. No entanto, em baixa países de renda média, acesso a triagem, monitoramento e tratamento de hiperbilirrubinemia é limitado. Nesses cenários, cerca de 6 milhões bebês que precisam de fototerapia não o fazem. Aproximadamente um terço de bebês com extrema hiperbilirrubinemia morrem e 44% desenvolvem encefalopatia grave.

“O kernicterus é somente prevenível, mas a  severa hiperbilirrubinemia é prevenível e tratável.”